Pablo do Arrocha, o “Rei da Sofrência”, dá entrevista ao Brasília Pop

Após ganhar todo o Brasil com as músicas românticas e dançantes do Arrocha, e também ter sido uma das principais atrações do Réveillon de Salvador, na Bahia, o cantor Pablo desembarcou em Brasília para uma super apresentação na casa de shows Villa Mix.

 Em entrevista ao Brasília Pop, Pablo contou a emoção de estar fazendo muito sucesso pelo Brasil, especialmente na capital federal. “Foi a segunda vez que me apresentei em Brasília. A primeira vez que eu vim, em 2014, foi com o meu disco atual “‘É só dizer que sim’. Fiquei muito feliz em voltar e ter recebido o carinho da galera brasiliense, principalmente pelo andamento da minha carreira aqui”, disse Pablo.
Na Noite da Sofrência, a boate Villa Mix recebeu um público diversificado para ver e ouvir a voz romântica do arrocha. Pablo apresentou grandes sucessos como “Fui fiel”, “Tudo ou nada”, “Jogo de sedução”, “Baby” e “Quase me chamou de amor. Mas os  fãs do cantor nascido em Candeias, na Bahia, estavam mesmo eram ansiosos para escutar a canção sensação dos apaixonados: “Porque homem não chora”. A música é sucesso nos bares e festas e já entrou no repertório de vários artistas nacionais.
Atualmente no casting de uma das maiores gravadoras do país, a Som Livre, Pablo tem sua carreira marcada pelas serestas nordestinas, de onde surgiu “acidentalmente” o movimento Arrocha. “O Arrocha veio de uma expressão que eu usava quando tocava no grupo Asas Livres. Durante as músicas, nos shows de seresta, eu falava ‘arrocha’. As pessoas gostaram e deram esse nome ao movimento, que graças a Deus conquistou o Brasil. É a mesma coisa com o Pablo ‘O rei da sofrência’, que o público também intitulou. A sofrência é pelo fato das minhas canções serem românticas e eu cantar expressando como se estivesse vivendo a situação da música”, confessou Pablo.

O rei do arrocha ou o rei da sofrência, Pablo se inspirou em cantores como Rick & Renner, Zezé di Camargo & Luciano e Waldick Soriano para levar seu trabalho aos fãs de todo o Brasil. “Sou grato a esses artistas por fazerem parte da nossa Música Popular Brasileira”. Com a agenda lotada, Pablo se prepara para uma maratona de shows na maior festa popular do mundo, o Carnaval de Salvador. “Estou fazendo shows de segunda a segunda. Estou acostumado com essa vida corrida. A cada dia o nosso trabalho vem crescendo. Estamos conquistando nosso espaço e estamos preparados para o que der e vier”, contou Pablo. No Carnaval, Pablo canta em 13 de fevereiro no Camarote do Nana, dia 14 no bloco Tô Ligado e dia 15 no Camarote Harém.


FRANCISCO WELSON XIMENES / BRASÍLIA POP
brasiliapop@brasiliapop.com
Foto: Divulgação

Pablo no Programa Encontro com Fátima Bernardes – Veja vídeos

Veja alguns trechos.

Porque homem não chora’, sucesso do cantor Pablo abre o Encontro

Pablo canta sucesso ‘Fui fiel’ e levanta a galera da plateia

Pablo, rei do Arrocha conta como virou também o rei da ‘sofrência’

 

Atenção – Show 03/01 cancelado em Goiana – PE

O show do cantor Pablo que iria acontecer hoje, dia 3 de Janeiro, na cidade de Goiana(PE), foi cancelado devido a uma manifestação desde às 14h na Rodovia Oswaldo Rabelo, que impossibilitou a chegada da sua técnica ao local do evento para montagem, já que a equipe ficou quase 12h paralisados. A pista só pode ser liberada às 23h. Certos de podermos contar com a compreensão do público e da imprensa presentes no evento, lamentamos o ocorrido, e nos colocamos à disposição para quaisquer esclarecimentos.
Uma nova data será divulgada pela organização do evento.

AG Produções e Eventos
Escritório do cantor Pablo

Neymar canta Pablo com amigos: “eetaaa sofrençaaaa”

Curtindo férias no Brasil, o atacante Neymar postou um vídeo no Instagram em que aparece com um grupo de amigos cantando “Porque Homem Não Chora”, sucesso de Pablo. Neymar puxa o coro, que é seguido pelos amigos logo em seguida.

“Resumindo a #SemanaMaluca… eetaa sofrençaaaaa!!!”, postou o jogador, também em referência ao estilo de Pablo.

Neymar deve passar o Réveillon em Trancoso, na Bahia, e depois retorna para a Espanha. O Barcelona volta a campo no dia 4 de janeiro contra o Real Sociedad, pela Liga Espanhola. Confira aqui.

Fonte: Ibahia 

Vertente dentro do arrocha e do sertanejo, sofrência ganha adeptos no DF

O estilo musical, que se tornou conhecido graças ao cantor Pablo, também tem vez em Brasília

Osmar Gama/Divulgação - 12/4/13

No início deste ano, quando o cantor Pablo ficou famoso em todo o Brasil por conta do hit Fui fiel, uma música de bastante sucesso no Nordeste, talvez ele mesmo não imaginasse que fosse criar outro gênero que vem dando o que falar: a sofrência. O estilo, que pode ser considerado uma vertente do arrocha, do sertanejo e até do brega, ganhou adeptos em todo o país e agora embala até as noites brasilienses.

Mas… O que é a sofrência? A origem do termo é incerta. No entanto, a palavra nada mais é do que uma nova nomenclatura para chamar o que antes era conhecido como dor de cotovelo. No mundo da música, ela denomina as canções que tratam de um amor não correspondido ou uma decepção amorosa.

O baiano Pablo, natural da Candeias, tornou-se o rei da sofrência. Ele mesmo não sabe dizer como isso aconteceu. “Está em alta, né? O arrocha acabou virando a sofrência. Minhas canções falam daquele amor partido e as pessoas que amam e sofrem por amor se identificam. Aí ficam naquela sofrência (risos)”, afirma o cantor em entrevista ao Correio.

Disseminação

Brasília é uma das cidades que abraçaram a sofrência e tem até projeto dedicado ao novo estilo: a Quarta da Sofrência, no Santa Fé (Águas Claras). Comandada pelo sertanejo Danilo Lira, a balada surgiu após os primeiros indícios de que o ritmo estava em alta.

“Criamos o projeto, mas a gente não esperava que fosse ter essa repercussão. Antes mesmo da festa, eu já estava me dedicando às músicas do estilo, essas de dor de cotovelo. Como está na moda, resolvemos fazer um show só para isso”, explica Lira. No repertório da balada, o cantor diz que não podem faltar as músicas de Pablo, porém, os antigos modões do sertanejo também se encaixam bem no projeto.

Onde ouvir

Quarta da Sofrência
Toda quarta-feira, às 20h, no Santa Fé Bar (Águas Claras). Com Danilo Lira e convidados. A entrada é franca para as mulheres até as 22h30. O valor do ingressos para os homens não foi informado. Não recomendado para menores de 18 anos.

Noite da Sofrência
Em 8 de janeiro, às 22h30, na Villa Mix (Vila Planalto). Com show do cantor Pablo. Ingressos a R$ 50 (mulheres) e R$ 70 (homens), para a pista, e R$ 70 (mulheres) e R$ 100 (homens), para o camarote. Valores de meia-entrada e primeiro lote. Não recomendado para menores de 18 anos.

Fonte:  Correio Braziliese

Pablo vira febre e leva a “sofrência” para todo o Brasil

As músicas que falam de sofrimento e amor agora estão na boca do povo em todo o país

De Candeias, Bahia, para todo o Brasil. Considerado um dos fenômenos do arrocha nos últimos tempos, Pablo tem colhido bons frutos do sucesso. As músicas que falam de sofrimento e amor agora estão na boca do povo em todo o país. Não é a toa que surgem a todo momento na web vídeos com adultos, crianças, cachorros e até um papagaio cantando as canções do baiano.

Neste domingo (12) os hits do cantor ganharam destaque no jornal ‘Folha de S. Paulo’. Durante uma entrevista à publicação, Pablo confessou que evita ouvir as suas músicas. “Se eu tiver brigado com a mulher em casa, não escuto meu trabalho, senão me acabo na cachaça e choro demais”, contou.

A ‘Folha’ acompanhou um show do cantor na cidade de Coruripe, Alagoas, nodia 4 de dezembro. Na ocasião a publicação mal conseguiu falar com a estudade Samara Cristina, fã de Pablo. “Acho que meu choro está além da sofrência. É muito amor por ele (Pablo). Todas as suas músicas falam de um pedaço da minha vida”, disse a jovem de 26 anos.

Fonte: Ibahia

Pablo, rei da “sofrência”, é sucesso absoluto em Pernambuco

Pablo, rei da “sofrência”, é sucesso absoluto em Pernambuco

Assista ao vídeo.

Fonte: NETV

 

Show do cantor Pablo lota o Clube Internacional, no Recife

Show do cantor Pablo lota o Clube Internacional, no Recife.

 

Veja o vídeo.

Fonte: G1